18 de mar de 2010

Experiências

gauchos[1] Desculpem a demora para voltar a escrever, mas fui súbita e inesperadamente convocado para trabalhar nas “Olimpíadas do Conhecimento” como responsável carioca pela equipe do Rio Grande do Sul.

Esse está sendo um ano bastante curioso quanto à minha aproximação com o Sul do Brasil: primeiro fiz o contato virtual com o tri-legal Geeh Bilhalva e agora passei quatro dias inteiros acompanhando a equipe gaúcha de competidores que me fez ver a juventude brasileira novamente com outros olhos.
Encontrei ali jovens inteligentes e esforçados, com uma surpreendente capacidade profissional… posso me orgulhar de ter passado alguns dias junto à maior riqueza do Brasil, pois eles são verdadeiras jóias preciosas! Deus os abençoe a cada um deles!

Por incrível que pareça, esse contato foi fácil porque durante minha vida já fui hospitaleiramente recebido em muitos C.T.G.’s, desde Guaratinguetá até Manaus, e sei muito bem o quão belas são as tradições do povo gaúcho. Creio que o Rio Grande do Sul é o único estado que mantém esses núcleos onde quer que seus filhos estejam… nunca vi um “Centro de Tradições Cariocas” ou Paulista ou de qualquer outro estado (tradições nordestinas não é estadual, mas regional, ou seja, prevalece a autonomia gaúcha nesse caso!)

O chato de tudo é que no final do evento acabei (re)adquirindo um sotaque meio gaúcho e até a dona da fazenda ficou rindo do meu modo de falar… aliás, ela me mandou mais três conversas que teve com amigas e o manual da CF (ainda tem gente jogando isso?) e tenho que admitir a todos que foi por pura preguiça e má-vontade mesmo!Ela está tão chateada que disse que não quer nem mais escrever para o blog, então, caros leitores, cabe a vocês fazerem aquela campanha “não nos abandone” para que a dona da fazenda não nos deixe!

Por outro lado, estou cada vez mais “in love” com o “sistema MF”, tanto que até me inscrevi no Facebook para poder conhecer a tão falada Farmville e… é linda! É impressionante! Dá liberdade criativa  aos jogadores, apresenta novos itens e promoções quase todos os dias… se esse for o futuro da MF, podem ter certeza que os quadradinhos restritivos não passam de celas para aprisionar a imaginação e tornar o uso do verbo “roubar” comum.

Como prometi, quero dar dicas aos iniciantes em MF, já que tenho notado muita gente que não está sabendo aproveitar tanta liberdade e, por “reflexos condicionados”, fica se restringindo a alguns poucos terrenos plantáveis e fertilizáveis… e sou muito sincero ao afirmar que isto, infelizmente, é jogar muito mal!
Digo isso na intenção de incentivar meus queridos amigos a alar suas imaginações e quebrarem o paradigma dos “seis quadradinhos” que só vão aumentar se subir de nível e, ainda por cima, gastar dinheiro com as malditas moedas verdes!mfruim[1]Vemos acima a imagem de uma fazenda pertencente a uma vítima da CF: mesmo com todo esse espaço (verde claro) disponível, a criatura só consegue enxergar e criar em cima daqueles quadradinhos, como se estivesse amarrada ali!
Nesse exemplo vemos que nem mesmo apenas um vizinho poderia fazer uso pleno de seus cinco fertilizantes por só dispor de quatro terrenos onde aplicá-los… ou seja, um vizinho como esse só ajuda na contagem para o prêmio de “Pessoa Popular”.
Para esses eu mando o que chamo de “cerquinha da vergonha”… se ao invés de um hipopótamo você recebeu uma cerquinha de mim, agora já sabe o motivo!

mfboa[1]

Acima vemos um iniciante mais “esperto”: foi capaz de aprender a usar a enxada para criar mais terrenos e através disso ter espaço para quatro vizinhos felizes. Na verdade não fez nada além de sua obrigação, mas por isso já merece um hipopótamo por dia… isto é, desde que lembre sempre de providenciar a rotatividade de sua colheita: onde não tem espaço para fertilizar o dono recebe a terrível “cerquinha da vergonha”!!!!

mfcriativa[1]

Acima temos uma menção honrosa… bem básica, mas honrosa!
Esse é o tipo de fazendas que procuro, incentivo e que, em breve, virão a figurar aqui no blog, nas futuras edições da “Zóia Só”!!! Esse rudimento antropomórfico ficou até simpático e, sem que se perceba, permite que seu dono acomode tranquilamente até sete vizinhos!enxada[1]

Então, a dica do dia é: aprenda a usar sua enxada e crie, no mínimo, 5 terrenos para cada vizinho que for adicionar… e não espere ganhar meus hipopótamos se não fizer assim!

Mais fotos das olimpíadas podem ser encontradas em meu perfil do Orkut, assim como espero que mais gente me adicione no Facebook, tanto pela Farmville quanto pela tal “Mafia Wars” (onde minha mafiazinha é tão pequena que vivo apanhando de um monte de gringos mesmo já estando no nível 36!).

Um abraço a todos!

5 de mar de 2010

O Terreno É O Limite… E Tem Expansão!

cabeca01[1]

Eu sempre ficava imaginando uma forma de fazer isso na CF, mas o joguinho é tão restritivo que, agora compreendo, deveria mesmo se chamar “Coleira Infeliz”: Coleira porque te amarra a um monte de coisas, além do permitir “criatividade zero” aos jogadores e Infeliz… ah, vocês já sabem…

Então, já que estou tão satisfeito mesmo sabendo que é um jogo que ainda está em fase “beta” e precisando ser muito aperfeiçoado,  tenho convidado algumas pessoas a experimentar essa liberdade e constatado que tanto espaço acaba sendo chocante para alguns.

Diante dessas dificuldades, decidi dar uma “mãozinha” para todos aqueles que estão se deparando com esse verdadeiro “mundo” onde poderão criar suas fazendas e vou fazê-lo em forma de postagens curtas (se possível diárias) e o mais didáticas que eu conseguir, mas, lembrem-se, NÃO SOU A CARINA, ou seja, não tenho a magnânima paciência educadora que ela apresenta repetidamente!

Já sugiro que vão treinando: criem NO MÍNIMO CINCO terrenos arados para cada vizinho que forem adicionar, pois o jogo é verdadeiramente baseado na ajuda mútua e é muito ruim chegar na fazenda de alguém e não encontrar nada para fertilizar, pois absolutamente ninguém é beneficiado com isso!

Mudem suas mentes, se desacostumem dos roubos e dêem uma relaxada nos horários (mas não relaxem demais, senão seus produtos vão apodrecer!): o Fazendeiro Careca voltou! Estou cheio de boa vontade com esse jogo… só pelo fato de ter me permitido homenagear minha amada!

Quem quiser me adicionar, fique à vontade e avise que é para jogar MF! Eu presenteio um hipopótamo por dia aos meus vizinhos e não ligo se vão usar ou vender, afinal, cada um vale 250 miniouros e isso é uma boa ajuda para qualquer fazendeiro! O endereço é: http://fazendeirocareca.mf.vostu.com

Aliás, vocês viram que tem duas placas de aviso perto do ponto de exclamação na imagem acima? Pois é, depois de criar uma mensagem tão sincera como esse “CARINA, EU TE AMO!”, eu não poderia deixar de trazer minha amada de volta à realidade:cabeca02[1]

Agradeço a todos que me felicitaram pelo meu aniversário ontem e saibam que fiquei sinceramente emocionado, pois nunca recebi tantos parabéns espontâneos e individuais em toda a minha vida… e um agradecimento ainda mais especial à Dri Nogueira (leitora fiel do blog e que, um dia, vou contar a história de nosso primeiro encontro no mundo real… hilária!).

Um abraço!

3 de mar de 2010

Fazendeiro Careca: O Retorno!

Estivemos fora do ar por algumas horas, mas tudo indica que o sacrifício valeu a pena: algumas pequenas mudanças técnicas e estratégicas eram necessárias para se conseguir resgatar um dos mais chatos dos jogadores que já ousou ficar reclamando em um blog… e não pensem que foi fácil, pois não foi!

Finalmente conseguimos melhorar a nitidez da imagem e, para nossa surpresa, descobrimos quem foi fotografado por nossos repórteres virtuais. Aí está o resultado final:fazendeirocarecareturns[1]

Não é apenas mera semelhança: o Fazendeiro Careca reapareceu! Diante das fortes evidências de sua morte, não há quem não se espante com esta imagem de um careca saudável, cercado por seus animais de estimação e com tudo pronto para fazer o maior churrasco.Para saber direitinho o que aconteceu, nada melhor do que falar com o próprio reaparecido.

Fazendeiro Careca, o que aconteceu contigo?

Ah… eu estava ficando muito triste e decepcionado com o trabalho porco realizado pelos idealizadores da CF e pelos seus testas de ferro, a Paymentez.
Meu objetivo de relaxar… me alienar, estava sendo seriamente prejudicado, pois para mim diversão não precisa andar junto com a ignorância. Burrice é coisa de preguiçoso e manter erros gritantes é prova de má vontade e incompetência.
Apesar da animação inicial, CF acabou se tornando enfadonha e repetitiva, e ficou ainda pior depois que atingi o nível 50.

Mas porque toda essa raiva da CF?

Não é bem raiva, mas o jogo em si é extremamente restritivo: moedas verdes? Só comprando! Terreno para plantar? Só aqueles quadradinhos organizados da mesma forma para todos… Fora o fato de que tem que ficar o tempo todo alimentando bicho, colhendo ovo, colhendo leite.
Pior ainda é aquela roubalheira toda, o tempo todo!!
São vários fatores negativos para poder fazer valer a pena a única coisa que me fez bem: a interação com outras pessoas.

Então… se gostava tanto da interação, porque decidiu matar o personagem?

Na verdade só parei mesmo por umas duas semanas, mas a Dona da Fazenda não deixava o assunto morrer, porque ela pegou a minha idéia original da “festa da fruta” e aperfeiçoou… é claro que tomou o maior prejuízo (em moedas amarelas) por causa disso, mas também foi por causa disso que mantivemos o contato com algumas pessoas maravilhosas que só viemos a conhecer por causa do jogo e do blog.
Aí eu resolvi começar a testar outros jogos, outras formas de manter os contatos e me divertir… até que cheguei na Mini Fazenda.

Mas o que há de bom nesta Mini Fazenda?

Ah… muita coisa! Em primeiro lugar a liberdade de organizar as plantações da forma que o jogador quiser… para quem sai de uma CF chega a ser desconcertante: ficamos ali, restritos a idéia de querer fazer só 6 quadradinhos…
Outra coisa que choca é que neste jogo não há roubo! Isso acaba tornando este jogo bem mais positivo para qualquer um, pois o único objetivo da Mini Fazenda (doravante MF) é ajudar aos outros e toda a interação é benigna: você pode adubar a colheita dos vizinhos ganhando pontos de experiência e dinheiro por isso, você pode enviar um presente por dia para cada vizinho sem ter que pagar por isso… é um outro nível de relacionamento!

Mas fazendo isso… você não está “virando a casaca”?

Olha, eu aprendi que por mais que eu goste de uma coisa, principalmente estes joguinhos on-line, na verdade ali está sendo mantida uma relação entre fornecedores e clientes.
Eu sei muito bem que a MF não passa de uma adaptação para o português da Farmville, do Facebook, mas o pessoal da vostu está fazendo isso com uma competência e dedicação muito maiores que o povo da paymentez com a Happy Harvest. Ontem mesmo já lançaram mais novidades na MF e corrigiram alguns erros.

Erros? Como assim?

Sei muito bem que todo software é passível de erros, mas o bom desenvolvedor tem que estar atento e ser hábil para repará-los no menor tempo possível.
Ainda não tive tempo para saber se houveram bugs na MF tão ridículos quanto os da CF, mas tudo indica que as coisas fluem bem melhor na MF, mesmo havendo uma possibilidade quase infinita de customização por parte dos usuários!

Você falou muito dessa tal “customização”… porque?

Porque eu vejo o quão míope eu estava achando aqueles quadradinhos da CF bonitos a ponto de querer destacar fazendas que, no fundo, eram todas fabricadas dentro de uma forma… praticamente tudo igual: vaca no mesmo lugar, frango no mesmo lugar… já na MF não! Você ganha um terreno vazio e coloca o que quiser e onde quiser! Não está restrito ao que a empresa força você a “criar”… nesse ponto eu me revolto novamente, pois se você restringe a liberdade de criação do usuário, teoricamente deveria ser mais fácil administrar as exceções, mas não é isso que víamos ocorrer na CF…

É verdade, vejo que está bastante entusiasmado na sua Mini Fazenda… tem alguma dica para quem quiser começar a jogar?

Sim! Primeiro é bom que criem cinco quadrados para cada vizinho que adicionarem, pois além de estar ajudando a si próprio, estará permitindo que o vizinho tenha garantidos os seus pontos de fertilização alheia.
Depois vem a ótima notícia de que se ganha uma “moeda verde” (que na MF se chama “minigrana”) a cada vez que subimos de nível, ou seja, eles são menos gananciosos que o povo da paymentez e, com isso, dão melhores possibilidades de jogo a qualquer um!
Também recomendo que prestem atenção em suas plantações, pois ao contrários dos vegetais “plásticos” da CF, na MF a produção agrícola estraga depois de algum tempo sem colher… ninguém rouba, mas resseca e apodrece se não for lá colher!
No início eu senti falta de ir até o depósito para vender, mas na MF isso ocorre de modo automático: é só colher que a grana (ou “miniouro”) já entra na conta.

Mas se está tão feliz assim com a MF, porque não abandonou de vez a CF?

Porque me esforcei muito por lá, porque me sinto bem sendo uma espécie de “papai noel” da CF (afinal, fui eu quem inventou a “festa da fruta”), porque, no fundo, tenho a curiosidade de acompanhar o desenvolvimento do jogo e saber se eles serão capazes de lançar novidades que sejam interessantes para o crescimento do jogo (e não promoções paralelas) tanto em desafio quanto em customização.
Fui dar uma olhada em CFR e parece que eles são capazes de fazer algo melhor do que é atualmente a CF, mas como todos esses jogos, por mais sucesso que estejam fazendo, não passam de “softwares beta”, quero me distrair acompanhando sua evolução.

Bem, muito obrigado e seja bem vindo de volta ao” mundo dos vivos”! Algum recado final?

Sim! Pretendo reativar alguns planos dos quais havia esmorecido e convido a todos que quiserem ser meus vizinhos na MF a me adicionar. O endereço de minha Mini Fazenda é:
http://fazendeirocareca.mf.vostu.com
Muito em breve espero colocar a cabeça para funcionar e voltar a entrevistar jogadores, publicar uma revista virtual com as fazendas mais bonitas… é tudo uma questão de tempo.
Estou também jogando Farmville, mas não de forma tão dedicada, aliás, após uma longa reunião com a "diretoria", decidimos mudar até o título do blog para algo que representasse melhor o que estamos fazendo: a Carina está uma verdadeira profissional em CF e acho que deve haver alguma forma de se aproveitar isso… aliás, ela vira profissional em tudo que começa a fazer, só que em MF eu estou, por enquanto, na frente e vou fazer de tudo para manter minha “liderança”… aqui em casa é a maior competitividade!

2 de mar de 2010

Ampliação

Nossos repórteres que ontem foram obrigados a realizar um pouso forçado em uma ilha de extração mineral da Colheita Feliz: Recomeço (que daqui para frente vira CFR), conseguiram enviar algumas imagens através de sinais digitais de fumaça (alta tecnologia!).

Na primeira mostram a impressionante figura que conseguiram registrar de um dos habitantes das ilhas vizinhas. Pelo que conseguimos compreender parece ser uma delicada vaquinha:

vaca

Como eu estou querendo mesmo uma vaquinha para a minha fazenda, estou pensando em pedir a eles que tragam essa aí para mim, mas acho que o problema vai ser arranjar alguém que tire o leite dela…

A outra imagem, divulgada ontem, está sendo ampliada em nossos laboratórios e até agora conseguimos obter o seguinte resultado:

minifazenda2[1]

Tudo indica que há alguém preso em um cercado… mas como conseguimos ver o cercado através do que parece ser o corpo da criatura? Seria um fantasma?

Maiores informações a qualquer momento.